Depositos a Prazo

Maio 19 2011

O montante de novos depósitos voltou a crescer em Março face ao mês anterior, de 9,1 mil milhões para 9,3 mil milhões de euros.

Já face ao homólogo o crescimento é de 45%, ou seja, mais 2,9 mil milhões de euros.

Desde o início do ano, o montante mensal de novos depósitos tem registado valores consistentes, sempre acima dos nove mil milhões de euros, em níveis de Julho de 2009.

No entanto, a carteira total de depósitos dos bancos tem crescido ao ritmo de cerca de 400 milhões de euros mensalmente, o que indica que, mais do que captar novos recursos de clientes, os bancos estão a registar uma realocação de depósitos, com os clientes a aproveitarem as melhores taxas de juro oferecidas actualmente.

A taxa de juro média dos novos depósitos até um ano voltou a subir em Março, de 2,82% para 3%. Os bancos estão a aumentar a remuneração dos depósitos há 11 meses consecutivos, acompanhando a subida das taxas Euribor, mas principalmente numa tentativa de captar recursos de clientes dada a necessidade de desalavancar a actividade e diversificar fontes de financiamento.

fonte:http://economico.sapo.pt/

 

publicado por adm às 23:18

pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links